Livro · Resenha

Resenha: O Livro dos Ressignificados

Fala galera!

Quanto tempo não rola uma resenha por aqui né?

Então hoje vamos falar sobre o magnifico livro dos ressignificados do João Doederlein, também conhecido nas redes sociais como Akapoeta.

1

Editora: Paralela
Autor: João Doederlein
N° de Páginas: 212
Nota: ★★★★★

SOBRE JOÃO
João Doederlein, que assina com o pseudônimo Akapoeta, se apaixonou pelo poder das palavras logo cedo. Com onze anos, redigiu suas primeiras poesias e, na contramão da maioria dos amigos, não queria astronauta ou jogador de futebol quando crescesse, e sim escritor. Aos quatorze, inaugurou seu primeiro blog com textos próprios. Viu na internet uma forma de dividir com o mundo seu fascínio pela escrita.
Com dezenove anos, teve a ideia que acabaria culminando neste seu primeiro livro. Numa jornada de autoconhecimento, criou o projeto Ressignificados, em que, através das redes sociais, atribui novos sentidos para as palavras. 

SINOPSE
Antes aprisionadas na formalidade dos dicionários, palavras como “girassol”, “Deus”, “sonho”, “tatuagem”, “cafuné” e muitas outras são libertadas por João Doederlein — que assina com o pseudônimo Akapoeta — neste seu primeiro livro. Elas são repensadas a partir das experiências pessoais do autor, de vinte anos, e de sua geração, mesclando romantismo bem resolvido, paixão, isolamento e um dia a dia que respira tecnologia e cultura pop. Combinando textos que se tornaram sucesso nas redes sociais com material inédito, o autor acha novos significados para os signos do zodíaco, para clichês indispensáveis como “paixão” e “saudade” e para o atualíssimo “match” e “crush”. Uma história de amor correspondido entre um jovem e sua musa — a escrita. 

23

7
“é ir contra o mundo inteiro, se for preciso, para realizar um sonho.”🌻

Um dos melhores livros que já li na vida, todas aquelas palavras que antes só existiam os significados universais – se é que posso dizer assim – depois desse livro, tudo ficou mais bonito de se enxergar e entender. Conforme fui lendo, era como se ele descrevesse meus pensamentos, que é algo que eu acho muito importante durante a leitura.

Sem dúvidas nunca mais todas as palavras que contém no livro, serão as mesmas, sempre que me deparar com alguma delas visualmente falando ou ouvindo, vou me lembrar do livro.

Ps.: Se caso esse post chegar ao João, já quero saber se vai ter uma segunda, terceira, quarta parte… hahaha

 

Anúncios

3 comentários em “Resenha: O Livro dos Ressignificados

  1. Sobreexcelente noite jovem Joyce Coutinho,
    Gostaria de salientar uma questão não falada em lugar NENHUM, porém, clara, simples, precisa e concisa, que é:
    “Aquele que lança uma palavra, é o único DETENTOR do sentido VERDADEIRO dessa mesma palavra!”
    Assim sendo, existe um que é notóriamente conhecido, que tornou-se exímio contraventor da palavra e seu sentido VERDADEIRO (Leia Gênesis 3:1 ao 4) para alguns como fantasioso, a outros como mentira, alguns grupos como senhor (s minúsculo), e muitos outros significados, e de quem estou falando? Lucífer, satanás, demônio, diabo, cobra (serpente), e muitos outros nomes, segundo o livro mais antigo que existe e cujos PRINCÍPIOS Nele contidos, são IMUTÁVEIS!!!
    Minha filha pediu para comprar esse livro, e então, comecei a analisar a mudança do sentido das palavras como se isso fosse de autoria desse autor do livro: Ressignificados!
    Cheguei a seguinte conclusão:
    “Quando alguém não entende o sentido das coisas, palavras, sentimentos, pensamentos, atitudes, situações (acontecimentos). Precisará aceitar que antes não tinhamos respostas para algumas perguntas que norteavam nossas vidas, hábitos, costumes e aprendizados, posteriormente, fomos obtendo essas respostas, no caminhar da própria vida e acredite você ou não, ainda continuamos e continuaremos sem muitas das respostas que desejamos obter. Mesmo por que, nem sempre estamos preparados para certas respostas!
    Ex: Papai noel existe mesmo?
    Imagine a desilusão das crianças, ao saberem que esse “”BOM VELHINHO”” Nasceu velhinho do mesmo modo que é apresentado hoje, “”NUNCA”” nos deu presentes (sempre foram nossos entes queridos e amigos), Já nasceu na “MENTIRA” VIVE na MENTIRA, VIVE da MENTIRA, mas, não se eterniza nessa MENTIRA, pois, quando adultos, descobrimos a verdade que “DESSE BOM VELHINHO” nos LIBERTA!
    LAUDEM DEO

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s