Comportamento · Textos

O amor pela escrita

escrever1

Eu sempre adorei escrever. Não é nenhuma novidade até aqui, já que criei meu blog justamente para isso, escrever.

Meu bloco de notas do celular sempre foi cheio de textos, uns resumidos em poucos caracteres, outros nem tanto. Só sei que a forma que eu encontrava – e ainda encontro – de tirar de dentro de mim todos pensamentos que se fundem numa madrugada qualquer.

Depois de um tempo resolvi que seria bom expressar tudo aquilo aqui no blog, com vocês e outros tantos visitantes, que iriam parar para ler e se identificar com cada palavra ali escrita, formando então um pensamento clichê que aposto que você também já passou por isso, a famosa frase “esse texto foi feito para mim”.

Mas de uns tempos para cá, percebi que quase tudo que escrevia soava sempre como algo pessoal e recuei, por medo de me expor demais e causar consequências na qual prefiro evitar.

Só sei que compartilhando ou não, quando escrevo as palavras brotam na minha cabeça, diferente de quando falo, que as palavras evaporam como fumaça e não consigo me expressar da forma que gostaria. A frustração logo bate e sinto que “deveria ter falado mais”.

Anúncios

8 comentários em “O amor pela escrita

  1. Belas palavras. Eu sempre tive aquela vontade de escrever mas faltava coragem. Sei lá. Quando escrevi de fato pela primeira vez, senti que as palavras brotavam dá minha mente e os meus dedos simplesmente digitavam. Ler e Escrever é surreal. Parabéns por escrever esse artigo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s