Rock In Rio 2017

Oi gente! Tudo numa boa?

Antes de entrar no tema do post, quero avisar que os vídeos lá do canal terá dias definidos! Então, fiquem ligados que toda terça e quinta, terá vídeo novo. E claro, não se esqueçam de se inscrever e para quem assiste através de aparelho móvel, ativem as notificações! 🔔

🎬 Sobre o Rock In Rio 2017

O que vocês acharam dessa edição? Sejam sinceros e digam TUDO, porque nesse vídeo que irei compartilhar com vocês, coloquei meu ponto de vista real!

Ps.: Preciso dividir com vocês que eu estou apaixonada nessa capa de vídeo, nem acredito que foi eu que fiz hahah 😍

Não se esqueçam de deixar aqui nos comentários e nos comentários do vídeo se preferir, o que acharam!

Até mais, beijos! 💜

Anúncios

Resenha|Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar

Oi amigos! Tudo numa boa?

Em fevereiro, falei aqui no blog sobre a data de estréia de Piratas do Caribe 5, que seria em Maio, e depois de uma longa espera, finalmente o filme foi lançado e eu fui assistir.

154.jpg

País: EUA / Classificação: Livre
Direção: Espen Sandberg, Joachim Rønning, Rob Marshall / Roteiro: Jeff Nathanson.
Elenco: Johnny Depp, Kaya Scodelario, Brenton Thwaites, Javier Bardem, Martin Klebba, Orlando Bloom.

Como em todos os filmes da franquia, tem sempre alguém procurando por Jack Sparrow, seja para ajudar, se vingar ou as duas coisas, como acontece no P.T.5.

O azarado Jack se joga em uma aventura com ventos de má sorte, tendo que lidar com um grupo de piratas fantasmas liderado por seu antigo inimigo Capitão Salazar, que escapa do Triângulo do Diabo com a determinação de matar todos os piratas do oceano, inclusive Jack. E sobrevivência de Jack, está presa a única esperança de encontrar o antigo Tridente de Poseidon, um poderoso artefato que dá ao seu possuidor o controle total dos mares.

Logo no início do filme temos Jack sendo um tanto atrapalhado, dormindo dentro de um cofre gigante e sob efeito de álcool, o que é uma marca registrada dele em todos os filmes.
O decorrer da história é simples e fácil de se entender, chega a ser bem previsível o que vai acontecer nas cenas seguintes, mas ainda assim é um excelente filme.

Único ponto negativo ao meu ponto de vista, foi a dublagem de Jack que não é a mesma dos outros filmes da franquia, o que me deixou um pouco decepcionada, afinal eu amava a antiga dublagem.

Nota Geral: ★★★★★

 

#JOYRESPONDE2

Oi gente! Como tá do lado daí?

Finalmente saiu o #JR02 né? Demorei porque as perguntas também demoraram a chegar, eu tinha estipulado um número exato de perguntas, então fiquei esperando isso acontecer e só agora pude trazer as respostas para vocês.

4545
1 – Qual sua religião e que peso ela tem na sua vida?
Eu não tenho nenhuma religião especifica, todas têm algo para ensinar/oferecer e comigo não foi diferente. Sei que parece um pouco estranho para algumas pessoas, mas é a minha realidade! E o peso que isso tem na minha vida é justamente essa estranheza que causa em algumas pessoas, acham que por eu não ter uma religião, não tenho fé. Pelo contrário, minha fé é enorme! Tenho posts falando sobre isso aqui no blog inclusive.

2 – Qual sua idade?
19 anos.

3 – Você faz faculdade ou já fez, e se ainda não faz qual curso gostaria de fazer e por quê?
Ainda não fiz, mas pretendo fazer publicidade.

4 – Já tem planos para mais tatuagens?
Siiiim!!! Hahahaha Só não vou dar spoiler!

5 – Diga-me em poucas palavras um grande sonho; E o que você está fazendo para realiza-lo.
Assim como respondi esta pergunta no primeiro #JR, meu grande sonho na vida é poder ajudar e fazer a diferença na vida das pessoas. Independentemente de qual forma!

6 –  Na sua opinião, o que está causando a popularização da tendência suicida?
Este é um assunto bem complexo, que exige um certo conhecimento geral sobre isso, mas o que eu vejo nas redes sociais e outros meios de comunicação, talvez o principal motivo disso estar acontecendo, é a falta de comunicação entre as pessoas e o bullying, que infelizmente é algo presente na vida das pessoas. Sejam leves ou extremos (particularmente, todo o tipo de bullying tem o mesmo peso). E diante desses ataques, as pessoas ficam sensíveis – gerando a depressão –  guardam tudo dentro de si ao invés de buscar alguém de confiança, compartilhar o que lhe atormenta, para buscar juntos a cura da doença – com a ajuda de um profissional.

7 – Qual a sua profissão dos sonhos?
Isso tudo aqui! Meu querido e amado blog!

8 – Um ícone fashion para você? (Pessoa ou Marca)
Para ser sincera, não tenho um ícone fashion, se for analisar as marcas de roupas, sapatos e acessórios, sou bem “simples”, Renner, Levis, Nike… depende muito também da peça.

9 – Qual os seus planos para o futuro?
Dedicação total ao blog e possivelmente ao canal do youtube.

10 – Reparei que você estabeleceu algumas metas em dois posts no seu blog. Quais você cumpriu? Alguma com um grau bem elevado de dificuldade?
De todas, até o momento a única que ainda não comecei é a de escrever um livro, porque exige muita dedicação e paciência, escrever os capítulos e fazer revisão, é algo bem complicado.
Quanto as outras, as que tiveram dificuldade e um grande impacto, foram a de dar atenção a minha saúde, já que sou muito chata para comer as coisas saudáveis e praticar exercícios diariamente era quase que um castigo, mas estou conseguindo,  e a outra é conseguir balancear meu orgulho, que para a minha surpresa, foi até mais fácil do que pensei.

Ps: Nenhuma das perguntas contém o nome de quem mandou, porque teve repetições. Agradeço de coração quem mandou sua perguntinha aqui no blog, instagram e no e-mail!

Até mais, beijos! 💜

 

 

Teclados inspirados em máquinas de escrever

Salve galera, tudo numa boa?

Outro dia estava dando uma fuxicada em alguns sites, quando me deparei com uma matéria falando da invenção de teclados inspirados em máquinas de escrever, o que achei incrível e na mesma hora pensei em fazer um post sobre isso.

Segundo o site Virgula Uol, a startup Lofree projetou teclados portáteis inspirados nas máquinas de escrever mecânicas, proporcionando uma sensação de volta ao passado. Lofree é uma parte muito importante de 2017, que usa uma tecnologia parecida com o teclado da Apple, retro iluminado para trabalhar em cenários de pouca luz e ainda funciona com PC, Mac, iOS e Android.

Os teclados estão disponíveis em cores pasteis brilhantes.

“Eles também parecem incrivelmente bonitos, graças as suas teclas arredondadas e interruptores mecânicos, que dão um ‘clack’ gratificante quando você escreve”, afirmou Bored Panda.

Fala sério, não é a coisa mais incrível? E o engraçado é que o número de coisas que eram usados em épocas passadas, estão voltando com tudo agora, como na moda por exemplo, os anos 90 estão super em alta, seja em roupas ou acessórios. Dessa vez são os teclados inspirados em máquinas de escrever, que loucura! Mas não nego, amo muito tudo isso!

O que vocês acham? Também gostariam de ter um desses?

Estereótipos

Salve galera, tudo numa boa?

Outro dia estava dando uma olhada em alguns sites que nem tenho o costume de visitar e ler as matérias, porém encontrei algo que me chamou bastante atenção, até porque fiz dois posts aqui no blog, onde falei sobre a aparência e aceitação. Basicamente a matéria desse site, retrata um pouco desse assunto e resolvi comentar um pouco sobre isso aqui com vocês.
Como sabemos bem, a sociedade vive em uma bolha imaginária, onde cria padrões de tudo que se possa imaginar, é preconceitos vindo de todos os lados…uma chatice sem fim! Inclusive com as pessoas “diferentes”, que ousam em arriscar ter uma aparência única, porém diferentes dos demais, causando um espanto e julgamento.

topo6

Celia Sanchez, uma mexicana que tem tatuagens e cabelos coloridos, sofreu preconceito e foi julgada, quando se tornou mãe, aos 23 anos. Ao UpWorthy, relatou que se sentia “diferente” das outras mães por ser nova e por sua aparência.

 “Quando eu levava meus filhos para a creche, eu me sentia como se eu não fosse como as outras mães e ouvia ‘você realmente não se parece com uma mãe’, mas sempre pensei ser tolice dizer que alguém não se parece como uma mãe”.

Porém Célia encontrou uma maneira de tentar fazer com que as pessoas revessem suas opiniões e começou a fazer fotografias de mulheres que, assim como ela, também tinham tatuagens e cabelos coloridos, atitudes e a aparência nomeadas “diferentes” e/ou “fora do padrão”. A série com fotos tiradas por Célia durante três anos, ganhou o nome de “Devotada” e se tornou um poderoso aliado na luta contra estereótipos.

Perguntinha básica…
Tatuagem, cabelos coloridos e estilo de roupa, definem algo além da moda pessoal de cada pessoa?

Se a resposta for sim, reveja seus conceitos!

Por um mundo com menos preconceito e julgamentos. E mais AMOR❤️

Fonte: Catraquinha