Reveja seus conceitos

Oi gente! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Como a maioria sabe, eu defendo com unhas e dentes a questão de que todos devem reconhecer a sua beleza, seja interna ou externa, que todos devem ter noção de que são maravilhosos do jeitinho que são e que ninguém nesse planeta é perfeito.

Bato na mesma tecla sempre para falar que padrão de beleza não existe, de que ter uma autoestima em alta é fundamental para sermos felizes, e mais do que nunca bato na mesma teclinha que palavras mal-intencionadas e negativas afetam o psicológico das pessoas. O famoso bullying está aí há décadas e parece não ter fim – brincadeiras de mal gosto e sem o consentimento do outro é bullying, pessoas próximas ou não, ninguém deve jogar palavras ofensivas nos ouvidos de ninguém.

No meu último vídeo do canal, voltei a defender todas essas causas, assim como já defendi em dois posts aqui do blog – confira aqui e aqui – e como em vídeo tudo fica mais fácil de se entender e quem sabe, ouvir torne as coisas mais óbvias.

Assista ↴

🎬 AUTOESTIMA

Se você costuma brincar com alguém em relação a aparência de alguém, mesmo que não tenha a intenção de magoar, pare. Intencional ou não, isso pode SIM atingir o psicológico e tornar a vida dessa pessoa um pesadelo. Reveja seus conceitos! 

Até mais, beijos! 💜

Anúncios

Até quando #JoyEJulhoTodoDia11

Esse vai ser mais um post que vai me render um orgulho absurdo de ter feito, mesmo que não tenha grande repercussão, serei muito feliz em poder levá-lo até as pessoas certas – porque quando se faz algo de coração, tudo acaba bem e do jeito certo.

Mês passado, quando fui indicada ao Mystery Blogger Award, mencionei o meu post sobre aceitação como o meu melhor post aqui do blog. E sinceramente? Ele é. Desde a primeira frase que surgiu na minha cabeça, ele se tornou o melhor post da minha vida, porque eu sabia que estava fazendo a coisa certa e no lugar certo. Afinal, a internet é um meio e tanto de expor suas opiniões e tentar ajudar de alguma forma a quem precisa.

Fiquei alguns dias quebrando a cabeça para escrever esse daqui, tentando encontrar as palavras certas, para chegar na pessoa certa também.

tumblr_o7drz2S1iJ1um643co1_500.jpg

E me perguntei, até quando muitos de nós vai deixar a mídia dizer o que é bonito ou não?

Até quando vamos acreditar que existe um padrão de beleza, mesmo sabendo que existem uma infinidade de programas de edição de fotos e que a quantidade de pessoas fazendo cirurgias plásticas só aumentam? Até quando vamos deixar que pessoas próximas (até pessoas da própria família) digam o que devemos fazer ou não, que nos rebaixem dizendo que ou somos magras/gordas demais, que devemos engordar/emagrecer um pouquinho porque temos um rostinho bonito, mas o corpo não?

Digo isso porque, passei boa parte da minha vida ouvindo “nossa, você está tão magrinha, porque não come mais?”, ou então “você é muito magra, olha essas pernas, esses braços, tão finos”.

Já ouvi uma quantidade absurda de apelidos por ser exatamente como eu sou, por ser do jeito que Deus queria que eu fosse. E TÁ TUDO BEM!

Não sou a pessoa com a autoestima mais elevada do mundo, mas sempre consegui passar por cima de comentários maldosos porque tenho total consciência que ninguém é melhor do que ninguém. Que sempre vai ter alguém querendo de pôr para baixo, querendo te diminuir, então só queria dizer que você não deve permitir isso!

Não deixe que digam que você seria mais bonita de tal forma, porque você é linda (o) de qualquer jeito.

Se aceite.

85d6eb82c6e9ee8b604402ccccdbe02c.jpg

“Seu corpo é a casa em que você cresceu, como você ousa tentar queimar no chão”.

Aceitação

Oi gente, alguns dias atrás eu fiz um post falando sobre ficar uma semana sem maquiagem e ele entrou para a minha lista de posts que mais me deram prazer de criar. No dia que fiz, senti uma leveza e realização por conseguir escrever tudo que estava sentindo dentro de mim, para passar uma mensagem para cada um. Recebi comentários incríveis, o que me motivou ainda mais. E bom, nele mencionei o termo da aceitação, que é algo difícil, porém lindo quando alcançado.

frases-de-amor-proprio-1024x768

Difícil por depender de muitos fatores, primeiro que crescemos em uma sociedade que impõe padrões de beleza, causando um caos no dia a dia de cada um de nós. Desde muito cedo temos que lidar com piadas referentes a nossa aparência, nossos queridos e amados coleguinhas de classe, que bastava uma oportunidade e começavam a falar de algum detalhe tão nosso. Segundo que por ter passado por momentos ruins na infância, levamos isso para nossas próximas fases da vida e começamos a nos culpar por ser do nosso jeito, quando na verdade você não tem culpa alguma por ser assim, magra ou gordinha, alta ou baixa, cabelos lisos ou cacheados. Nada importa, a natureza te fez assim. Deus te fez assim e ponto final.

Modelos na televisão, nas revistas e sites, o corpo dos sonhos, cabelos lindos e sedosos, a pele então, sem comentários para cada perfeição que podemos encontrar por ali. Assim como existem também inúmeras edições em cada foto, houve casos de que o umbigo de tal pessoa sumiu e sei lá mais o que. Remédios para emagrecer e/ou engordar, capsulas para rejuvenescimento, para os cabelos, para manchas, para estrias e afins. Inúmeras cirurgias plásticas são realizadas e muitas delas levando a óbito.

tumblr_npzv7e27sc1tiaxg1o1_500

Eu lhe pergunto, por que? Por que a necessidade em querer mudar um detalhe tão seu, único, para se tornar mais uma cópia de famosas? Por que seguir padrões de beleza? Até quando a mídia vai ser capaz de manipular e ordenar como você deve ser?

tumblr_lli0xt1kuf1qgr352o1_500_large

Sim, eu já pensei em mudar muitas coisas em mim, como o meu nariz, já odiei o fato de ser magra e infinitos modelos de roupa não ficar bonito no meu corpo, já tive raiva por meu cabelo ser liso tipo “boi lambeu”, desejava ter cachos. Poderia listar uma infinidade de coisas, mas o tempo passa e mostra as reais prioridades que devemos ter, as reais preocupações que devemos ter na vida. E nada do que já ouvi sobre minha aparência é relevante hoje, absolutamente nada, porque nenhuma daquelas pessoas que levantaram o dedo para apontar um “defeito” meu, tem importância na minha vida.

Sou magra, cabelo boi lambeu, nariz fora do “padrão”, pernas finas, branca azeda, entre outros detalhes. E nada disso me faz ser pior ou melhor do que ninguém. Eu amo o meu corpo, eu amo cada detalhe, cada parte de mim, porque isso me faz única nessa sociedade onde insistem em querer ser todos iguais uns aos outros. Posso ter levado um tempo, mas hoje me aceito do jeito que sou. E quem gostar de mim de VERDADE, vai aceitar também.

Assim como você! Se aceite, se ame, se complete. Você é linda ❤️

0e73f8ad1501d9a1c6d610cbcceb1bb4

Aposentando a maquiagem

Oi gente, tudo numa boa? Espero que sim! Alguns dias atrás eu assisti um vídeo falando sobre a pessoa ficar sem usar maquiagem por um determinado tempo. Obviamente que eu não lembro o nome do vídeo, porém ele me passou uma mensagem super importante e me fez refletir muito, tanto que resolvi vir aqui e compartilhar com vocês.

amor-proprio-autoestima-gorda-ocabide-10

Antes de mais nada, quero dizer que eu já fiquei uma semana sem usar maquiagem, para qualquer lugar que fosse, estava com foco total na missão de deixar minha pele respirar. E enquanto assistia ao vídeo, lembrei desse momento e pensei o quanto é importante deixarmos de lado coisas “fúteis” como a maquiagem. Tudo bem que de vez em quando é legal você se olhar no espelho e se sentir linda com aquele batom incrível que comprou na semana passada, ou com um delineado perfeito nos olhos e cílios gigantes. Mas ainda assim, é mil vezes mais incrível se olhar no espelho e se deparar com o seu natural, mesmo que esteja com manchinhas do tempo ou malditas espinhas – eu sou neurótica quanto as espinhas e ainda consigo sair sem tentar esconder alguma com um corretivo.
O problema é quando isso se torna quase que uma obrigação na sua vida e qualquer lugar que vá, tem que corrigir alguma imperfeição.

Se pararmos para pensar, existe um padrão em que diz que você só é bonita se estiver com uma maquiagem perfeita, com contornos, iluminador e toda aquela penca de produtos. É sites, revistas, vídeos e sei lá mais aonde, inúmeras dicas que por um momento bate uma neurose de que tudo aquilo é necessário para se sentir bem. Ainda rola aquele lance de querer impressionar aquela pessoa especial ou se sentir superior perto de outras mulheres.

Para falar a verdade, acho que nunca vou entender esse padrão e menos ainda, quem o segue. De verdade, não há nada mais libertador do que poder sair de casa com o rosto lavado – mas não se esqueça de creme para hidratar e um protetor solar, o sol é um perigo – e se sentir bem, livre e feliz. A sensação do vento batendo no rosto é leve, totalmente diferente de quando usa maquiagens, que fica aquele peso e se estiver um clima quente, começa a derreter tudo. Não é mesmo?

Entendo que para praticar isso, rola o lance da autoestima e muitas pessoas simplesmente não conseguem, mas antes disso, temos que olhar pelo lado da aceitação. Se aceitar do jeito que é, com manchinhas, espinhas, olheiras e qualquer outro tipo de “imperfeição”, é FUNDAMENTAL. Sei que eu falar isso, pode não resolver 100% seus problemas, mas pensa, para na frente do maior espelho de sua casa, olhe bem para cada parte de você e lembre-se, quem gosta de você de verdade, vai te achar linda e incrível de qualquer forma. O desconhecido não importa.